É hoje! Impor nova derrota ao Judiciário golpista!

Compartilhar:

Será hoje o segundo depoimento de Lula ao golpista Sérgio Moro. A imprensa burguesa não fala abertamente o objetivo, mas todos sabem, querem Lula na cadeia, como José Dirceu e outros presos da operação-farsa Lava Jato

No dia 10 de maio deste ano correu o primeiro depoimento do ex-presidente à Justiça Federal. Denunciado como uma nova tentativa de prisão de Lula, o depoimento foi acompanhado por dezenas de milhares de pessoas em Curitiba (PR) e certamente esse foi o fator fundamental para que Lula não fosse preso, e nem sofresse outro tipo de coação.

Pois o mesmo problema se coloca para o depoimento deste dia 13 de setembro. Querem Lula preso, para, em seguida, prender o restante da esquerda, lideranças sindicais e de movimentos populares, fechar sindicatos, perseguir os partidos. Sem Lula no caminho, o plano golpista fica mais fácil de ser executado.

Diante deste problema, e da “cama” que fez a imprensa, além da estréia do farsesco filme da Lava Jato, o Partido da Causa Operária, o PT, a Frente Brasil Popular e outras organizações estão nas ruas, em Curitiba, agora, para impedir qualquer tentativa de prisão do ex-presidente.

É uma medida de força, onde o movimento contra o golpe se apresenta para impor nova derrota ao judiciário golpista (derrotado em 10 de maio). Nesse sentido, é um ponto fundamental da luta contra o golpe de Estado de conjunto. Uma derrota do judiciário golpista é uma vitória de todo povo trabalhador.

O ato em Curitiba hoje precisa demarcar nova fase da luta, que tem por necessidade a criação de centenas de comitês de luta contra o golpe, a massificação da campanha pela anulação do impeachment, a denúncia das tentativas de golpe nos países irmãos, como na Venezuela.

artigo Anterior

Golpe promove maior arrocho salarial dos últimos 14 anos

Próximo artigo

Janot, homem do imperialismo, é intocável

Leia mais

Deixe uma resposta