Lava Jato: e quando a própria força-tarefa é denunciada?

Compartilhar:

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu, nessa sexta-feira (08), a prisão de Joesley Batista, Ricardo Saud (dono e executivo da empresa JBS, respectivamente) e do ex-procurador Marcelo Miller, devido à gravação em que Joesley e Saud comentam uma possível cooptação do ex-procurador em benefício dos investigados. O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Edson Fachin, a quem foi enviado o pedido de Janot, autorizou a prisão de Joesley e Saud e negou a prisão do ex-procurador, mesmo tendo julgado “consistentes” os indícios contra Marcelo Miller.

Marcelo Miller integrava a força-tarefa da Lava Jato até o final do mês de fevereiro; depois disso, ele se retirou do Ministério Público e participou do escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe, cuja equipe de advogados negociou o acordo de delação premiada da J&F. Isso por volta de abril. Os áudios em que Joesley e Saud tratam de Marcelo Miller correspondem ao momento anterior ao da saída deste do Ministério Público.

A intenção, segundo consta do áudio, seria usar Marcelo Miller para chegar a Rodrigo Janot, a fim de obter vantagens no acordo de leniência. A grande imprensa, como a golpista Rede Globo, procura vender a ideia de que o Judiciário e o Ministério Público estariam a serviço da luta contra a corrupção; no entanto, os acontecimentos recentes escancaram que nem mesmo aqueles que dizem combater a corrupção, como o amigo íntimo de Sérgio Moro, Carlos Zucolotto (acusado de intermediar negociações paralelas entre o ex-advogado da Odebrecht e a Lava Jato), estão livres das práticas ilícitas.

A explicação é que, apesar da campanha da imprensa, não há de fato uma luta contra corrupção, visto que isso é inviável dentro do Estado capitalista. Os golpistas utilizam o aparato repressivo do Estado a fim de que, sob o pretexto de combate aos corruptos, inimigos políticos sejam liquidados e que eles, os golpistas, estejam acobertados para vender o País para determinados grupos de capitalistas.

artigo Anterior

Funcionário da ONU acusa Maduro de crimes contra a humanidade

Próximo artigo

Golpistas são os verdadeiros culpados do maior massacre de indígenas desde a ditadura militar

Leia mais

Deixe uma resposta