Lideranças camponesas são assassinadas no Mato Grosso

Compartilhar:

Na tarde do dia 07/09 o latifúndio fez mais duas vítimas, a liderança camponesa Tereza Rios e seu marido Aluísio da Silva Lara foram assassinados em seu sítio no município de Nossa Senhora do Livramento, Mato Grosso.

Teresa Rios foi uma liderança atuante em defesa dos trabalhadores, em especial dos pequenos agricultores e sem-terra. Filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), atuou como sindicalista e parlamentar, sendo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nossa Senhora do Livramento e foi vereadora pelo Partido dos Trabalhadores. Atualmente Teresa era a atual presidente da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária de Mato Grosso.

Segundo informações de testemunhas e da polícia, houve disparos de arma de fogo no dia anterior e ao chegar ao local do crime também encontraram diversos animais mortos, como porcos e galinhas. As vítimas foram encontradas em uma área aberta do sítio onde ficava a cozinha. Os assassinos deixaram uma cena de terror no local ao matarem porcos e galinhas do casal. Outros animais, como vacas, foram roubados.

O assassinato dessas lideranças camponesas deixa claro que a motivação foi devido a sua militância e defesa dos pequenos agricultores e luta contra o latifúndio. A situação política do país criada através do golpe está colocando em risco a vida dos que lutam pela terra e em defesa dos pequenos agricultores contra os interesses do latifúndio e do agronegócio.

O ano de 2017 já pode ser considerado um dos mais violentos da história em decorrência dos conflitos no campo e com uma grande tendência de aumento para o próximo período com o aprofundamento do golpe de Estado.

É preciso denunciar os crimes cometidos pelo latifúndio com apoio irrestrito do governo golpista e do judiciário. Somente com a derrota dos golpistas é que a situação no campo pode melhorar e a reforma agrária ser pauta do governo.

artigo Anterior

Conferência de Vigilância em Saúde sob controle dos golpistas

Próximo artigo

Prefeito golpista cancela Virada Cultural em BH

Leia mais

Deixe uma resposta