Protestos por moradias se intensificam

Compartilhar:

Devido a falta de uma política habitacional por parte dos golpistas, que cada vez mais tiram os poucos benefícios sociais, que os trabalhadores adquiriram ao longo dos últimos anos um grupo de trabalhadores inconformados com a reintegração de posse de uma ocupação, interditaram uma das pistas da Marginal Tietê na altura da ponte Júlio de Mesquita Neto, na última sexta-feira, dia primeiro, com pneus e entulhos.

A PM como sempre dispersou os manifestantes de forma truculenta e disse não ter ocorrido nenhum incidente como sempre.Vários cartazes pediam uma política de habitação que atendessem a todos os trabalhadores.

Não devemos esquecer que não foi a última manifestação sobre habitação e muitas outras viram face a falta de moradias para atender a todos trabalhadores e a falta de uma política moderna para sanar a questão habitacional.
Em muitas cidades temos projetos e programas habitacionais que atendem a todos os trabalhadores. Em outras nada acontecem e às áreas de invasões crescem de forma descontrolada e sem qualquer amparo do poder público, falta de projetos educacionais, sociais e de saúde. Devemos até quando aguardar de forma calada alguma movimentação habitacional dos trabalhadores.

artigo Anterior

Trabalhador é demitido mesmo internado com pneumonia

Próximo artigo

Lava Jato contra a Olimpíada

Leia mais

Tradutor

Deixe uma resposta