Promotor que denunciou 18 jovens em uma manifestação já agrediu advogado em julgamento

Compartilhar:

O promotor Fernando Soares de Souza, responsável pela denúncia de corrupção de menores e associação criminosa contra 18 jovens que haviam participado de uma manifestação contra o governo Temer no final do ano passado, já agrediu um advogado dentro de um júri no qual participava.

No caso da manifestação, Fernando Soares incriminou os jovens que estavam a caminho de uma ato no centro de São Paulo em setembro de 2016. Junto ao grupo estava William Pina Botelho, capitão do exército, o qual atuou como agente infiltrado. Após a abordagem policial, o jovens foram presos, de acordo com a denúncia feita por eles houve agressão policial, além da implantação de provas contra o grupo por parte da PM, como uma barra de ferro colocada na bolsa de um dos adolescentes.

Na última semana, a justiça tornou réu os 18 jovens, o julgamento está marcado para o dia 22 de setembro. Fernando Soares responsável pela denúncia, é conhecido no meio judiciário pelo seu comportamento violento, típico de um direitista. Em 2011 o promotor partiu pra cima e desferiu vários socos contra o advogado Claudio Márcio de Oliveira. O caso aconteceu no Fórum Criminal da Barra Funda em 2011. Fernando Soares não aceitou os questionamentos feitos pelo advogado ao réu do caso.

O vídeo do caso foi divulgado essa semana, basta clicar no link para conferir.

artigo Anterior

Atos da Lava Jato violam a soberania do Brasil

Próximo artigo

Falta pouco para Doria dar ração às crianças em escola

Leia mais

Deixe uma resposta