Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/causaoperaria/www/wp-config.php:1) in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/external/facebook.php on line 60

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/causaoperaria/www/wp-config.php:1) in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/external/facebook.php on line 60
10 executados sumariamente: a polícia fora da lei - Diário Causa Operária Online

10 executados sumariamente: a polícia fora da lei

Compartilhar:

Os jornais burgueses apresentaram da maneira mais banal e corriqueira possível uma notícia que é na realidade um verdadeiro horror do ponto de vista dos ataques aos direitos democráticos. O Grupo da Polícia Civil especializada em assaltos, o GARRA, exterminou 10 supostos assaltantes no bairro nobre do Morumbi, na capital paulista.

A notícia diz que a Polícia estavam monitorando uma quadrilha que estava assaltando mansões e casas no bairro e que já há algum tempo vem “aterrorizando” a vizinhança de um dos mais tradicionais bairros nobres do País. A quadrilha foi monitorada pela polícia que então teria esperado uma nova ação para pegar os supostos criminosos. As notícias procuram mostrar que houve confronto e que os integrantes da quadrilha estavam fortemente equipados mas ao analisar de perto, fica claro que o que aconteceu foi um massacre, com 10 pessoas mortas e apenas pequenos ferimentos na polícia. Esse resultado da operação, logicamente, desmente a versão da polícia, que a imprensa burguesa procura chancelar.

Tudo indica que o que houve foi uma ação ilegal da polícia, que depois de grampear e monitorar a suposta quadrilha, armou uma emboscada para  assassinar seus integrantes. Embora a notícia tenha sido divulgada da forma mais banal possível, o fato revela que as forças de repressão estão cada vez agindo à margem da própria lei com a completa conivência das instituições estatais.

Se a Polícia Civil, cuja principal característica deveria ser justamente a investigação, pode armar uma emboscada para executar 10 pessoas sumariamente, significa que não há mais lei ou direitos. Trata-se de uma operação ilegal para assassinar essas 10 pessoas, afinal, se a polícia tinha tão bem monitorada a quadrilha, porque esperar uma ação para assassina-los?

O fato mostra também a força do aparato policial do Estado. Diferente da propaganda que está sendo feita sobre a morte de policiais principalmente no Rio de Janeiro, fato é que a polícia tem um poder de destruição muito maior do que qualquer grupo de “criminosos”. Basta querer reprimir que o Estado tem total condições para isso. E o que é mais interessante é que a “vontade” da Polícia em reprimir apareceu com toda a força em um dos bairros mais nobres do País, o que mostra o que todos já sabem: que a polícia é um grupo de capangas armados para defender a burguesia. O GARRA serviu como uma segurança privada dos moradores ricos do Morumbi.

Esse fato deve servir de alerta para os trabalhadores e todas as organizações de esquerda e populares. A polícia mostrou estar preparada para agir de maneira muito violenta inclusive contra grupos organizados, passando por cima da lei, em operações de infiltração e monitoramento.

 

artigo Anterior

Aumento do IPTU: João Doria não se contenta em vender e sucatear a cidade

Próximo artigo

Missão impossível: imprensa quer disfarçar o caráter golpista do filme da Lava Jato

Leia mais

Deixe uma resposta