Fome e Miséria: esse é o plano dos golpistas para a população

Compartilhar:

O anúncio de corte de meio milhão de famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família revela um aspecto importante do programa social dos golpistas para a população brasileira. Esse pouco mais de um ano em que tomaram de assalto o poder, revelou em todos os níveis as verdadeiras intenções da direita golpista.

A população miserável vivendo abaixo da linha da pobreza vem aumentando desde o inicio da ofensiva da direita e se aprofundou depois do golpe. Além da política de recessão e desemprego proporcionada pela destruição das empresas estatais, da indústria nacional e de falta de investimentos em infraestrutura, contam com o corte de todas as políticas sociais implantadas com muita luta durante os governos petistas.

Os golpistas acabaram com o Programa Farmácia Popular, que garantia remédios subsidiados para a população pobre. Está desmontando o programa Mais Médicos aos poucos e sem alarde da imprensa burguesa.

No programa Minha Casa, Minha Vida, os golpistas quase que paralisaram o financiamento para a parcela mais pobre e necessitada da população. Segundo os dados oficiais, as novas unidades contratadas caíram de um recorde de 537 mil em 2013 para pouco menos de 50 mil em 2016, sendo que a maior parte desse valor foi realizada ainda pela Presidenta Dilma Roussef.

Acabaram na prática com o Programa Nacional de Reforma Agrária e com políticas de desenvolvimento da agricultura familiar, que beneficia uma boa parcela da população miserável do país. Extinguiram o Ministério do Desenvolvimento Agrário, órgão responsável por essas políticas, e cortaram 52,6% do orçamento, inviabilizando a aquisição de terras para a população que necessita e programas como a “Promoção da Educação do Campo”.

Como exemplo da política da direita para os pobres, podemos pegar como exemplo o prefeito playboy golpista, João Dória (PSDB). Como um dos presidenciáveis da direita, podemos pegar exemplo de políticas sociais que está implantando na cidade de São Paulo. O seu projeto Cidade Linda está causando um processo de limpeza social da cidade, está tratando os viciados em drogas, em especial o Crack, com polícia e violência. Coloca a guarda civil metropolitana para expulsar moradores de rua do centro da cidade, com o absurdo de jogar água nos moradores de rua nos dias de muito frio na madrugada e roubar pertences e cobertores desses moradores.

O principal exemplo de programa social da direita golpista também é aplicado pelo prefeito playboy João Dória. O programa social “Fome Zero as avessas”, com a proibição de distribuição de sopas por entidades e pessoas a moradores de rua. Ou seja, querem que os necessitados, que se encontram numa situação de fragilidade nas ruas não recebam apoio de entidades e pessoas desejam dar um pouco de conforto a esses moradores.

Esses são poucos exemplos de como a direita golpista trata a população pobre e trabalhadora do país. Estão aplicando uma política de terra arrasada, onde a população não possui nenhum direito e muito menos assistência do Estado. Vão impor uma situação de caos social e de pobreza, com a volta do fantasma da fome para uma grande parte da população brasileira.

artigo Anterior

Em meio a crise, classe média paulistana contrata PM como segurança particular

Próximo artigo

Golpistas anti-povo: maior corte da história do Bolsa Família

Leia mais

Deixe uma resposta