As diferenças da política da esquerda pequeno-burguesa e do PCO sobre Lula

Compartilhar:

Em um dos trechos do programa Análise Política da Semana o companheiro Rui Costa Pimenta abordou o tema das diferenças de posicionamento da esquerda pequeno-burguesa e do PCO sobre Lula.

Uma série de jornais da esquerda dizem que Lula não pode ser a alternativa da esquerda. Nós do PCO não colocamos a mão no fogo no sentido de afirmar que ocorrerão eleições, no entanto podemos afirmar que se ocorrerem eleições a tendência é uma polarização da luta entre a direita e Lula e que, se ele não ganhar, quem vai ganhar será a direita.

Lula pode até não ser o candidato dos sonhos do PCO e, de fato, não é e nunca foi. Mas é o candidato de uma parcela muito grande dos trabalhadores e dos movimentos populares. Por esse motivo nós repudiamos qualquer manobra para derrubar a candidatura de Lula, visto que são todas manobras de direita.

Portanto, a propaganda da esquerda pequeno-burguesa de que o líder petista não pode ser o candidato da esquerda não passa de uma propaganda de manipulação, pois o debate para as próximas eleições não é um debate parlamentar, onde se discutirá quem é a melhor pessoa para aplicar um programa puro e acabado de esquerda.

É uma dupla manipulação quando essa campanha é feita pelo Psol, um partido apoiado (como provaram as eleições municipais do Rio de Janeiro) pelo eleitorado coxinha e pela Rede Globo. Portanto trata-se de um partido que inegavelmente segue para a direita e o debate que ele promove é orquestrado pela direita golpista.

Assista, no link abaixo, o trecho da análise em que Rui aborda esse tema:

artigo Anterior

Neymar vira motivo de campanha da imprensa burguesa

Próximo artigo

Segundas intenções: imprensa cínica “aconselha” a esquerda a posicionar-se contra Nicolás Maduro

Leia mais

Deixe uma resposta