Ronaldo Caiado: primeiro Lula, depois toda a esquerda

Compartilhar:

O jornal golpista Folha de S. Paulo publicou, no último sábado, uma coluna do fascista Ronaldo Caiado. Intitulada “Sem reforma, Estado continuará covil de ladrões”, a coluna representa um ataque a toda a esquerda brasileira.

No início do texto, Ronaldo Caiado elogia a condenação do ex-presidente Lula. Levando em consideração o histórico de Caiado – que vai desde o apoio ao golpe de Estado em 2016 a inúmeros assassinatos no campo -, a alegria com a condenação do maior líder popular do país era esperada. No entanto, Caiado não se contentou em apenas comemorar a condenação de Lula. Para ele, este deveria ser apenas o início de uma perseguição brutal a qualquer força que se coloque contra os planos da burguesia. Segundo Caiado, não basta “ir ao topo” – isto é, caçar o ex-presidente Lula -, mas também “ir às raízes do problema” – isto é, desviar todas as riquezas do país para os monopólios imperialistas.

O comportamento de Caiado mostra, claramente, o quão equivocado estão políticos como Humberto Costa, que dizem que o golpe de Estado já “acabou” e que o “melhor para o país” é a conciliação com os golpistas. A burguesia – representada aqui por Caiado – sempre vai tentar ocupar o maior espaço possível no regime político, independentemente do que ela já conquistou. Não é porque a burguesia já conseguiu derrubar uma presidenta que ela vai “dar trégua” à esquerda. Pelo contrário: quanto mais capituladora for a esquerda, quanto menos combativa, mais a burguesia tentará dominar completamente o regime político.

artigo Anterior

Congresso Estadual do PT quer Porto Alegre Vermelha contra o golpe e a prisão de Lula

Próximo artigo

Imprensa golpista ataca emenda de petista para defender ditadura do judiciário

Leia mais

Deixe uma resposta