Renan Calheiros: “excepcionalidades jurídicas são próprias de um Estado de exceção”

Compartilhar:

O Senador e líder do PMDB, Renan Calheiros, está no centro da crise da direita, principalmente dentro do próprio partido. Calheiros tem se posicionado abertamente contra as reformas do governo de Michel Temer (PMDB) e também contra os desmandos da justiça na operação Lava Jato. Por este motivo, o setor mais golpista do seu partido está tentando retirá-lo da liderança no Senado e reduzir sua influência na base do governo.

Nesta segunda-feira (29), o senador alagoano fez um pronunciamento, em que criticou o Ministério Público e os acordos de delações premiada da Lava Jato. Por outro lado, Renan elogiou o presidente, afirmando que a nomeação do novo ministro da Justiça, Torquato Jardim, foi positiva.

Ele criticou o Ministério Público e os acordos de delações premiada da Lava Jato, afirmando que a situação de “ambiente de excepcionalidades jurídicas [são] próprias de um Estado de exceção”. “Existem pelo menos dois exemplos dessa curiosa generosidade da delação […] Nesse caso, não tratamos diretamente de generosidade, mas de ‘janosidade’ porque trata-se do Ministério Público Federal”, afirmou o líder, peemedebista.

Sobre as prisões preventivas, ele afirmou que elas servem “para aterrorizar e obter delações”, ainda que seja tudo invenções, apenas para a pessoa conseguir sair da prisão. “Outras vantagens foram concedidas aos irmãos Joesley e Wesley Batista, também orientados a gravar conversas em que afirmam ter construído todo seu imenso patrimônio com práticas criminosas. Porém, com o beneplácito do procurador-geral da República pagarão uma multa irrisória diante do tamanho do rombo e não sofrerão qualquer reprimenda. Ricos, impunes e no exterior”.

As declarações e o enfrentamento de Calheiros, que possui forte influência dentro do PMDB, deixa claro o motivo de determinados setores golpistas, entre eles a própria Globo, de tentar derrubar o governo de Temer. O PMDB, que é o maior partido do país, tem inúmeras contradições e não é capaz de atuar de forma coerente com os anseios do imperialismo.

artigo Anterior

Temer nomeia Torquato Jardim para Ministério da Justiça

Próximo artigo

10 medidas para um Judiciário democrático

Leia mais

Deixe uma resposta