Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Wdfb_WidgetEvents has a deprecated constructor in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_events.php on line 6

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Wdfb_WidgetLikebox has a deprecated constructor in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_likebox.php on line 6

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Wdfb_WidgetRecentComments has a deprecated constructor in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_recent_comments.php on line 6

Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_events.php:6) in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/external/facebook.php on line 60

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/class_wdfb_widget_events.php:6) in /home/causaoperaria/www/wp-content/plugins/wpmu-dev-facebook/lib/external/facebook.php on line 60
Ministério Público e a implacável perseguição a Lula - Diário Causa Operária Online

Ministério Público e a implacável perseguição a Lula

Compartilhar:

Mais um dos vários absurdos do judiciário golpista é protagonizado pelos procuradores da operação lesa-pátria, Lava Jato. O jornalista Jânio de Freitas, em sua coluna na Folha, alerta para a mediocridade da nota que o Ministério Público divulgou após o depoimento que Lula prestou ao juiz Sério Moro, na última quarta-feira, 10 de maio.

O que mais chama a atenção é a postura incoerente com a atribuição que os procuradores do MP deveriam zelar, que é pela isonomia, mas que fica claro não ser esta a maior preocupação quando em nota o MP afirma que o ex-presidente Lula foi inconsistente na sua defesa e que “As “diversas contradições” de Lula encontradas pela acusação têm três referências. Uma é a “imputação de atos à sua falecida esposa”; outra é “sua relação com pessoas condenadas pela corrupção na Petrobrás”; por fim, é “a ausência de explicação [por Lula] sobre documentos encontrados em sua residência”.

Os procuradores queriam que Lula ‘rezasse a cartilha’ deles, e não ter realizado a sua defesa. O MP e a imprensa golpista também utilizaram o fato do ex-presidente ter citado o nome da sua ex-mulher, dona Marisa no decorrer do depoimento para exemplificar a acusação, algo grotesco, para não qualificar como bizarro por parte da promotoria, pois Lula viveu toda a sua vida pública antes de assumir a presidência e após os dois mandatos ao lado da guerreira Marisa, é obvio que em dados momentos ele irá citar a ex-esposa, independentemente dela está viva ou não.

Sobre a alegação dele, Lula ter tido relação social com condenados na operação Lava Jato, isso não quer dizer absolutamente nada! Para exemplificar, não é por que sou casado, ou convivo com um condenado da ‘justiça’ que eu terei que tomar partido do crime cometido, ou responder judicialmente pelo crime praticado por outra pessoa.

Por fim, para fechar com a descrição dos absurdos, vem a acusação de que Lula não soube explicar a significação de documentos apresentados. Ora, documentos assinados em 2013 ou 2014 dificilmente saberíamos detalhar essa informação com relação as nossas vidas, o que dirá um ex-presidente que realizava tratativas com inúmeras pessoas e pior, vários desses documentos apresentados não continham a assinatura de Lula, o que prova o desespero dos golpistas em tentar produzir a prova para a condenação de Lula.

O que o tribunal de exceção do Paraná vem protagonizando de absurdos e atentados contra a Constituição e contra o cidadão brasileiro é algo tão imensurável, (imoral) que ainda é difícil para a maior parte da população acreditar na bizarrice que dia a dia acompanhamos e denunciamos neste diário.

artigo Anterior

Reforma da Previdência: governo impopular tem medo de perder a votação

Próximo artigo

Frases

Leia mais

Deixe uma resposta