As mentiras dos golpistas para privatizar os Correios do Brasil

Compartilhar:

A campanha que os golpistas Guilherme Campos, presidente da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) e Gilberto Kassab, Ministro golpista de Temer estão fazendo em torno da crise dos Correios não condiz nem e perto com a realidade da empresa.

Conforme é feito a propaganda pelos golpistas a ECT estaria dando prejuízo de dois bilhões de reais, o que é difícil de acreditar, e que seus produtos e serviços estão caindo o rendimento, o que é impossível de acontecer.

Em primeiro lugar, a ECT não é uma empresa que foi construída para dar lucro, mas para servil à população brasileira em seu direito constitucional que é o direito a correspondência.

Segundo, mesmo sem ter a finalidade de não dar lucro, essa empresa só cresce, se transformando na maior empresa de Correios da América Latina e na segunda maior do mundo, só perdendo para os Correios da Alemanha.

Terceiro, que essa empresa nunca deu prejuízo, a não ser quando os golpistas que estão dentro dos Correios resolveram nos últimos dois anos, forjar o prejuízo na contabilidade da empresa para não mais pagar PLR (Participação nos Lucros e Resultados) para os trabalhadores e justificar a privatização (entrega) do patrimônio do povo, que é os Correios.

Quarto, mesmo que seja verdade que diminuiu o número de cartas postadas nos Correios, devido o aparecimento de modalidade de comunicação via internet (e-mails, rede sociais), ao mesmo tempo cresceu de forma exponencial nos Correios o setor de encomendas, Sedex, e outros produtos que são entregues pelos correios em parceria com os serviços de internet, como por exemplo, a venda de mercadorias via on-line.

Quinto, o salário dos Correios é o menor de todas as estatais, os trabalhadores da empresa que atuam no setor operacional (carteiros, operadores de triagem e transbordo e atendentes) recebem em média um piso salarial de pouco mais de um salário mínimo, coisa em torno de R$ 1.500,00 (Hum mil e quinhentos reais).

O que mantém os trabalhadores dos Correios com uma “certa” dignidade trabalhando é que os benefícios, adquiridos na luta pela categoria, completam o salário de fome pago pela empresa, como por exemplo, o plano de saúde da ECT que os golpistas querem por abaixo.

Diante disso é necessário fazer amplamente o debate sobre a real situação dos Correios, desmascarar as mentiras dos golpistas (governo golpista e Imprensa capitalista) de que a ECT é uma empresa falida, até porque se fosse assim não havia tanta pressão por parte dos tubarões do mercado postal para comprar os Correios, como a Fedex, DHL, UPS entre outras empresas que cobiçam esse patrimônio.

artigo Anterior

Agora, a fraude documental para reforçar acusações da Lava Jato

Próximo artigo

Tradutor

Leia mais

Deixe uma resposta