Mesmo com a derrubada do czarismo, a miséria continua na Rússia

Compartilhar:

Um dos motivos para a derrubada do czar Nicolau II foi a miséria em que ele deixou a população em seus últimos anos no governo.

A miséria decorria, além dos motivos econômicos próprios da Rússia – um país atrasado, semi-agrário – da entrada na Primeira Guerra Mundial, uma guerra feita pelos países imperialistas a qual a Rússia já entrou derrotada.

Quando o Governo Provisório assumiu, após a abdicação de Nicolau II, havia uma forte expectativa de que saíssem da guerra, que causava a fome e uma enorme carnificina do povo russo que ia lutar, os quais eram de maioria camponesa.

No entanto, o Governo Provisório afirmou seu compromisso com a guerra imperialista e continuou a batalhar ao lado das potências. A fome continuou, e chegou a crise dos grãos. A produção russa já caia muito e a fome se alastrava em todas as regiões do País.

Tal continuação do governo anterior do czar já colocou o regime em uma forte crise e a população já começava desde o início do Governo Provisório a protestar contra a política de guerra.

artigo Anterior

“PCO está incomodando”

Próximo artigo

Imperialismo bombardeia Síria e põe a culpa em Assad

Leia mais

Deixe uma resposta