Doria mostra que até os golpistas fazem demagogia com as mulheres

Compartilhar:

O prefeito golpista de São Paulo, João Doria (PSDB), em  discurso durante evento de entrega de unidades habitacionais em Grajaú, na zona sul da cidade, mostrou que até onde a direita esta disposta a ir para fazer demagogia com a luta das mulheres.

Doria afirmou que as chaves seriam entregues para as mulheres, “a força da cidade de São Paulo”, o mesmo prefeito que realizou a fusão de quatro secretarias sociais em uma só, unindo As Secretarias de Promoção da Igualdade Racial; Política para as Mulheres e a de Direitos Humanos, a pretexto do “enxugamento” da máquina pública.

Essas Secretárias, principalmente a da Política para as Mulheres, realizava atendimento especializado às vítimas de estupro e procedimentos de interrupção de gravidez previstos em lei na capital. E cuidavam também da rede de atenção às mulheres,14 Centros de Defesa e de Convivência da Mulher (CDCMs) geridos pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), que têm capacidade para atendimento social, psicológico e de orientação jurídica a no máximo 1.510 mulheres em situação de violência doméstica ou de vulnerabilidade social simultaneamente.

No próprio evento no Grajaú, o manifestante identificado como Rafael, um representante de toda a população que já não aguenta mais o discurso demagógico dos golpistas, gritou que a “força é da Dilma que construi as casas”, além de chamar Doria de “golpista”, o que se irritou e deu um chilique no meio do evento interrompendo seu discurso.

Doria ao discursar “elogiando” as mulheres brasileiras, senta-se ao lado de Geraldo Alckimin, o governador de São Paulo que tira o direito das professoras, que sucateia a escola pública e o transporte público do estado de São Paulo, de quem o prefeito é afilhado e continuador de sua “obra” de ataque às mulheres e à toda população pobre.

Além disso,  prefeito demagogo apoia Michel Temer que quer equiparar a idade dos homens e das mulheres para a aposentadoria ignorando o fato de que as mulheres trabalham duas vezes mais que os homens.

Doria é sim um golpista e um demagógico, discursa elogiando a força das mulheres enquanto faz parte da cúpula golpista, da turminha dos machistas burgueses mais venais da sociedade brasileira, que querem matar de fome, e de tanto trabalhar não só as mulheres, mas toda a classe trabalhadora.

artigo Anterior

Etiqueta goela abaixo: prefeitura irá multar os que urinarem nas ruas de São Paulo

Próximo artigo

Vida de preso, por José Dirceu

Leia mais

Deixe uma resposta