Temer visita Trump para prestar contas

Compartilhar:

No último sábado o presidente golpista Michel Temer foi convidado a ir à Casa Branca pelo presidente norte-americano Donald Trump. Durante uma ligação os dois trocaram elogios sobre as reformas que cada um fez e o “sucesso” que elas obtiveram, Trump propôs a Temer que mantenham contato para reforçar as relações entre os dois países, o convite é para o golpista nacional uma reunião prestação de contas.

Esse evento é no mínimo curioso quando se vê que o presidente golpista já apareceu em documentos vazados pelo Wikileaks como sendo um funcionário da embaixada americana, colocando em xeque primeiro a legitimidade dele, tratando-se de lesa-pátria, de estar em qualquer cargo público, quanto mais Presidente da República.

Está bem claro nas atividades de Temer que ele trabalha com interesses que não são os nacionais, desde que assumiu colocou-se ao lado do imperialismo americano ao ajudar a aprovar a lei de entrega do pré-sal, no esforço que tem para garantir a venda de terras para estrangeiros, e, no total apoio ao desmonte da indústria nacional praticado pelas últimas operações da Polícia Federal.

A presença dos EUA no caso brasileiro era sentida, e o mais beneficiado é o imperialismo norte-americano, isso está claro. Com Donald Trump finalmente o Brasil pode ver diretamente, Temer vai aos EUA, prestar contas de seus serviços prestados, não como um representante de uma nação soberana, mas como um funcionário colocado para gerenciar o governo de uma nação oprimida.

artigo Anterior

“Supercorte” dos golpistas colocam ajustes fiscais de Dilma no chinelo

Próximo artigo

COTV bate recorde na última análise política da semana

Leia mais

Deixe uma resposta