Rumo à 27ª Conferência Nacional do PCO

Compartilhar:

Dentro de um mês, no feriado dos dias 14, 15 e 16 de abril, o Partido da Causa Operária realizará sua 27ª Conferência Nacional.

A atividade, que é parte do calendário anual do Partido, tem objetivo fortalecê-lo organizativa e politicamente, por meio da discussão e da deliberação coletivas.

O PCO passa pelo período de maior crescimento de suas fileiras e tem na sua orientação política um instrumento-chave para intervenção na situação política nacional.

A Conferência deve fazer um balanço da luta contra o golpe até o momento, buscando um alinhamento da militância com a política do Partido para a próxima etapa.

Tendo realizado três conferências nacionais e um congresso no ano passado, o Partido trabalha pela regularidade e consolidação de suas atividades, apostando na realização de atividades de envergadura nacional em uma base anual.

É um momento para fortalecer os laços entre as células locais e a direção partidária, aprimorando o trabalho cotidiano de organização e agitação e propaganda.

Fortalecer a campanha pelos comitês de luta contra o golpe

O tema central para o debate na 27ª Conferência é a luta contra o golpe e todas as suas implicações práticas. A Conferência deve fazer um balanço da atividade do Partido, que deliberou no seu 8º Congresso, realizado em dezembro passado, por uma campanha pela criação de comitês de luta contra o golpe nos bairros, locais de trabalho e estudo nacionalmente, para reunir a militância, trabalhadores, estudantes e ativistas da luta democrática em uma campanha nacional contra o golpe de Estado.

Campanha Financeira 2017

A direção do Partido, reunida no último dia 12, decidiu sobre um conjunto de atividades que marcará o próximo período. Uma das mais importantes é a Campanha Financeira desse ano, que será lançada oficialmente a partir da 27ª Conferência. O Partido espera recolher os fundos necessários para sua atividade junto a pelo menos 5.000 trabalhadores e simpatizantes ao longo dos próximos cinco meses, sustentando sua atividade, como sempre procurou fazer, na sua atividade militante.

Campanha em defesa do PCO

Ameaçado pelo Tribunal Superior Eleitoral, o PCO prepara nesse momento uma campanha de denúncia da arbitrariedade e dos ataques antidemocráticos não só à sua legenda, mas contra regime partidário de conjunto. O julgamento da prestação de contas de 2011 do Partido pode levar a uma condenação – preparada de antemão pelo TSE – que implica na perda do fundo partidário, além da tentativa já em andamento de proscrever o Partido das eleições (cláusula de barreira), uma tentativa do regime golpista de acabar com os partidos passando por cima de direitos democráticos elementares.

Um partido verdadeiramente democrático, que discute e atua coletivamente

A 27ª Conferência Nacional do PCO tem importância por si só: é uma importante instância de debate político e deliberação coletiva sobre as atividades do Partido. Juntamente com o Congresso do Partido (o 9º Congresso já está previsto para setembro, conforme o calendário de atividades deliberado no último Congresso), faz parte de um mecanismo de discussão, cuja regularidade e consolidação implica em um desenvolvimento e amadurecimento do próprio Partido, do conjunto da sua militância.

A força da nossa organização está justamente nisso: a discussão democrática e a ação centralizada permitem ao nosso Partido atuar de maneira unificada e eficiente e tirar as conclusões, sobre a base de um balanço crítico da sua própria atividade, que permitam-no avançar diante das dificuldades.

Todos os militantes estão convocados a participar dos debates e da campanha pela realização da 27ª Conferência. Ao trabalho!

artigo Anterior

Liquidação: mais aeroportos para o capital estrangeiro

Próximo artigo

Israel ajuda o Estado Islâmico na Síria

Leia mais

Deixe uma resposta