11 de fevereiro de 2011 – Pressionado pelas grandes manifestações populares, o militar e presidente do Egito renuncia

Compartilhar:

Diante das gigantes movimentações de massa no Egito, estimuladas por um movimento que acontecia em todo o mundo árabe contra os governos, o militar e presidente do País, Hosni Mubarak, renuncia ao cargo. O governo era um dos pilares do imperialismo norte-americano no Oriente Médio.

Após isso, foram realizadas eleições e Mohamed Morsi, da Irmandade Muçulmana, partido de tipo nacionalista-burguês, foi eleito, sendo o primeiro presidente eleito democraticamente no País.

Em 2013, foi derrubado por um golpe militar orquestrado pelo imperialismo, que instalou uma das ditaduras mais sanguinárias atualmente.

artigo Anterior

“Objetivos”, por Renato Aroeira

Próximo artigo

10 de fevereiro de 1980 – História do movimento operário brasileiro: é fundado o Partido dos Trabalhadores

Leia mais

Deixe uma resposta