Nos 100 anos da Revolução Russa, uma guia de leitura elementar

Compartilhar:

O aniversário de 100 anos da Revolução Russa traz para o primeiro plano a necessidade de estudar esse que é o mais importante acontecimento político da história da humanidade, o ensaio geral da revolução mundial.

Não trataremos aqui dos problemas da revolução em si. Nosso objetivo é apenas oferecer ao leitor um guia de estudos introdutórios, tendo em vista, inclusive, a realização da 40ª edição da Universidade de Férias do PCO, em julho próximo, que estudará a Revolução Russa em profundidade.

A grande obra de Leon Trótski (sua História da Revolução Russa, de 1930) é, nesse sentido, uma leitura indispensável para todo o militante. É um tratado sobre a arte da Revolução.

Tal como observou o tradutor desse livro para o inglês, Max Eastman, observou em sua nota introdutória, “é a primeira vez que a história científica de um grande acontecimento foi escrita por um homem que desempenhou um papel dominante nele. É a primeira vez que uma revolução foi retratada e  explicada por um de seus líderes”, o organizador e dirigente da insurreição de outubro de 1917.

Acreditamos que a leitura – e, mais do que isso, o estudo minucioso – dessa obra fundamental é uma questão decisiva para o aprendizado e a formação política dos militantes de um partido que pretende dirigir a classe operária em uma revolução no seu próprio país.

Outros textos, no entanto, podem abrir o caminho para esse obra colossal.

Importante mencionar a “Conferência de Copenhague” (O que foi a Revolução de Outubro) proferida por Trótski, durante seu exílio, em 1932, que apresenta uma visão panorâmica de todos os problemas que foram abordados na sua obra-prima.

As Lições de Outubroredigidas em 1924 pelo próprio Trótski como prefácio para um volume que reunia suas obras escritas em 1917, tratam dos problemas fundamentais da revolução: a luta da classe operária pelo poder, os sovietes, o partido, a insurreição e a ditadura do proletariado.

Outro texto interessante, embora não se encontre disponível em língua portuguesa, é a História da Revolução Russa até [o acordo de] Brest-Litovski (em inglês), escrita por Trótski em 1918, durante as negociações entre o governo Soviético e a Alemanha, com o objetivo de explicar a importância da Revolução Russa aos trabalhadores da Alemanha e das demais potências europeias ainda em conflito na I Guerra Mundial.

Consciente da importância do estudo e da formação teórica e política, nosso Partido trata sistematicamente do problema da Revolução em sua imprensa, em cursos e palestras.

Nesse sentido, indicamos a excelente palestra-debate promovida em 2012, no aniversário de 95 anos da Revolução Russa, com o companheiro Rui Costa Pimenta disponível no canal da Causa Operária TV no YouTube (partes 1 e 2) e destacamos também dois artigos publicados na edição digital da Revista Textos, tratando dos antecedentes da Revolução Russa de 1917 e da importância da Revolução Russa e seus ensinamentos.

Esperamos que essa breve bibliografia sirva aos companheiros que estejam dando seus primeiros passos no estudo da Revolução Russa, tanto quanto que possa ser útil àqueles que queiram conhecer mais e se preparar para a próxima edição da nossa Universidade de Férias. O tema é profundo e importante. É preciso, portanto, começar já. Boa leitura!

artigo Anterior

Exposição Anita Malfatti: há 100 anos, o evento que antecedeu a Semana de 22

Próximo artigo

Dória quer acabar até com o leite das crianças

Leia mais

1 Comentário

Deixe uma resposta