Folha de S. Paulo golpista quer acabar com o FIES

Compartilhar:

Em um editorial completamente cínico, o jornal golpista Folha de S. Paulo, porta voz da direita brasileira, no último dia 31, defendeu que o FIES precisa acabar, assim como todos os outros programas sociais.

Na matéria sórdida, o jornal burguês comenta que o Fundo de Financiamento Estudantil do Ensino Superior (FIES), criado em 1999 pelo MEC (Ministério da Educação), está completamente arruinado e que toda a culpa é do PT, em especial dos dois governos Dilma. O objetivo da matéria, além da clara intenção em atacar os governos do PT, mostra de forma muito explícita o principal objetivo da direita golpista para o país com a aplicação do golpe, que é a completa aniquilação de absolutamente todas as conquistas sociais da população brasileira, por mais limitadas que possam ser.

Por mais que se possa ter críticas, o FIES foi uma importante ferramenta para permitir que centenas de milhares de pessoas pobres, das periferias, do campo e cidade, pudessem concluir o ensino superior. Fato que a burguesia brasileira nunca permitiu e jamais permitirá para as camadas mais desfavorecidas da população. Cabe ressaltar que a burguesia tem nojo de ver os pobres e trabalhadores frequentando faculdade. Só isso já é um motivo para o jornal golpista pedir o fim do programa.

É preciso denunciar sistematicamente os ataques da direita golpista contra a população pobre, porque por mais que parte do dinheiro do FIES seja entregue aos tubarões capitalistas do ensino privado, o programa é uma iniciativa de apoio à população pobre, que sempre foi deixada de lado no orçamento dos governos da direita.

Contra todos os ataques dos golpistas contra a população, é preciso organizar comitês de luta contra o golpe e fortalecer os que já existem, para fazer agitação política nas fábricas, periferias e bairros pobres de todas as cidades do Brasil e denunciar sistematicamente os objetivos do golpe de Estado no País. É necessário exigir a volta da presidenta eleita pelo voto popular ao poder, Dilma Rousseff, em vista de anular todas as medidas dos golpistas que visam destruir o País assim como no Iraque, na Líbia, Síria e assim por diante.

artigo Anterior

Rafael Lusvarghi, condenado pelos fascistas na Ucrânia

Próximo artigo

Unir educadores, pais e alunos numa só luta

Leia mais

Deixe uma resposta