Edson Fachin: novo relator da Lava Jato foi “sorteado” no STF

Compartilhar:

Nessa quarta-feira, dia 2, o Minsitro do STF, Edson Fachin, foi escolhido o novo relator da Lava Jato. Após a morte do relator da operação golpista no Supremo Tribunal Federal, ministro Teori Zavascki, abriu-se uma disputa pelo controle da operação golpista na Suprema Corte. O poder da relatoria da operação golpista é fundamental para os blocos golpistas em disputa pela supremacia do poder político. Isso porque o relator pode direcionar e mesmo escolher quem serão os alvos preferenciais da operação golpista.

O relator tem o poder de decidir quais políticos com foro privilegiado podem virar réus, até onde a “investigação” sobre algum acusado deve ir, pode arquivar inquéritos, determinar o sigilo ou não de depoimentos colhidos nas tais “delações premiadas”, dentre oura atribuições. Ou seja, o relator direciona, dirige, corrige a operação golpista, de acordo, naturalmente, com determinados interesses.

Nesse sentido colocou-se varias possibilidades para a escolha do novo relator. A imprensa golpista pressionou para que a ministra presidenta do STF, Carmen Lucia, fazisse um sorteio da relatoria entre os ministros. Foi o que de fato ocorreu. O sorteio caiu em Fachin, justamente o nome que vinha sendo levantado como um dos possíveis relatores. É mais um “sorteio” muito suspeito do STF, parece que os ministros da Casa são bastante sortudos.

O STF é dividido em duas turmas compostas de 5 ministros, o presidente não participa de nenhuma turma durante o mandato, nem assume nenhuma relatoria. O Ministro Teori pertencia à 2ª turma, responsável pela análise e acompanhamento da operação Lava Jato. Portanto, o suposto sorteio só poderia ser entre os ministros pertencentes à 2ª turma, que são Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Fachin, como se presentisse sua predestinação ao cargo, aceitou mudar de turma para participar do sorteio.

Antes da escolha, aventou-se também a possibilidade de que a relatoria ficasse com o novo ministro a ser escolhido para ocupar a vaga que ficou em aberto com a morte de Teori. Todavia, a luta entre os setores da burguesia golpista pela relatoria do Lava Jato dão o tom para o desenvolvimento do golpe.

artigo Anterior

Os principais acontecimentos do Brasil e do mundo, nesse sábado, às 11 horas

Próximo artigo

Política de Dória é um ataque à juventude

Leia mais

Deixe uma resposta