PSTU: “FHC está certo”

Compartilhar:

O PSTU, que tem feito sistematicamente análises muito parecidas com a propaganda imperialista, agora resolveu dizer abertamente que concorda com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. No artigo “Eles roubam tudo”, o PSTU, usando de uma frase que aparentemente não compreenderam direito, afirmam com todas as palavras: “FHC está certo”.

“Esse é um governo frágil. Até o ex-presidente FHC (que não ficou atrás em corrupção), disse que o governo Temer é uma pinguela e não uma ponte a ser atravessada até 2018. Nisso, FHC está certo. Por isso mesmo, o PSDB correu a socorrê-lo.” (pstu.org.br)

O ex-presidente tucano disse a frase referenciada em entrevista ao jornalista Mario Sérgio Conti, no canal GloboNews, ao ser perguntado sobre a possibilidade de ele ser candidato à presidência, caso Michel Temer seja derrubado. “Nós estamos atravessando uma pinguela, mas se essa pinguela quebra, nós caímos no rio. Meu esforço todo é para que haja uma travessia”, afirma Cardoso, que defende a convocação de eleição direta neste caso, como o PSTU.

Quando FHC se refere ao governo como “pinguela”, ele não está apenas chamando o governo de fraco. A frase é uma crítica ao plano do governo de Temer, baseado no documento intitulado de Ponte Para o Futuro. Ou seja, para FHC, os planos de Temer são pequenos e improvisados, insuficientes frente o que o próprio PSDB planeja para o país.

É evidente que FHC, e ninguém do PSDB, dirá abertamente que quer derrubar o governo, mas esta simples declaração do ex-presidente convenceu facilmente a redação do PSTU. É preciso ver os fatos. O PSDB possui várias ações que pedem a cassação da chapa presidencial de Dilma e Temer e que continuaram em processo depois da queda de Dilma. Além disso, os tucanos são parte da pressão contra Temer, o PMDB e o governo em geral, fazendo cair vários ministros em poucos meses.

Não é de se estranhar que o PSTU, que não reconheceu nenhum dos golpes de Estado ocorridos no mundo no último período e nem mesmo o brasileiro, também não enxergue esta movimentação. A ala direita dos que fizeram o golpe, representados por PSDB e DEM, a força-tarefa da Operação Lava Jato e grande parte da imprensa burguesa, quer um governo puro sangue dos pró-imperialistas e tirar o PMDB do caminho. Isto está em operação e não uma mobilização do PSDB para salvar Temer, como afirmam os morenistas.

artigo Anterior

Revista ISTOÉ – Os estrangeiros do ano

Próximo artigo

“Uzwela – conversa sobre cultura” não será transmitido nesse sábado

Leia mais

Deixe uma resposta