Temer golpista contra BRICS e entreguista

Compartilhar:

Na reunião dos BRICS que se passou em Goa na Índia, o presidente golpista Michel Temer disse que “é preciso resistir ao protecionismo que vem se espalhando pelo mundo”. A frase sintetiza toda a política golpista: um entreguismo total ao capital imperialista.

Vender tudo a preço de banana para os países imperialistas, principalmente commodities de forma que produtos norte-americanos, franceses, ingleses, japoneses e alemães invadam o país de forma a acabar com a produção nacional de ponta, a tecnologia e acabe com os empregos e direitos trabalhistas. Isso, obviamente, implica privatizar toda a indústria e serviços estatais. Dessa forma, o ataque às empresas estatais se completa pois os produtos aqui produzidos não pertencerão ao Brasil.

A VIII reunião de cúpula dos Brics, que se constitui de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, todos países, exceto o Brasil no momento, que fazem frente ao imperialismo. Esses governos burgueses nacionalistas, precisam do chamado protecionismo que é atacado por quem mais o realiza: os Estados Unidos. Aí está a chave da questão: todos os países usam alguma forma de protecionismo para fomentar a indústria nacional, a agropecuária e as relações comerciais exteriores. Temer quer entregar com prazer produtos baratos, e comprar produtos caros dos países imperialistas.

Temer, capacho dos Estados Unidos, precisa “dinamitar” sua relação com os outros países dos BRICS (além de países que constituem o Mercosul, constantemente atacados pelo ministro golpista mor das relações exteriores José Serra) para que todas as riquezas produzidas no Brasil encham os caixas da burguesia imperialista.

“Condições para abertura do comércio” disse José Serra. Outro modo de entregar todos nossos produtos a preço de banana e comprar dos países que mais pregam um liberalismo e mais praticam o neoliberalismo protecionista.

Vladimir Putin, sempre direto em seus discursos, disse que o Brasil está adotando uma postura pró Estados Unidos: significa contra a postura multilateral dos BRICS. Outro dado: Os BRICS estão criando um Novo Banco que começa a financiar iniciativas de sustentabilidade. Seria uma alternativa ao Banco Mundial e ao Fundo Monetário Internacional (FMI). O problema consiste em que o governo de Michel Temer já se comprometeu ao caixa do FMI; sabota os BRICS mais uma vez, e reinicia o círculo de devedor internacional e que deverá seguir todas as regras impostas pelo FMI.

O governo do Brasil sob golpe está minando a passos largos todas as relações que podiam fortalecê-lo na tecnologia, garantir os direitos trabalhistas, continuar investindo em obras públicas para, de mão beijada, sacrificar todos os trabalhadores e oprimidos para que o festim imperialista possa continuar.

artigo Anterior

Imperialismo intensifica pressão contra Rússia e governo sírio

Próximo artigo

Ataques ao Banco do Brasil: um exemplo da política dos golpistas

Leia mais

7 Comentários

  1. Having read this I thought it was rather informative.

    I appreciate you spending some time and energy to put this short article together.

    I once again find myself spending a lot of time both reading and leaving comments.
    But so what, it was still worth it!

  2. What i don’t understood is in reality how you are no longer really a
    lot more neatly-appreciated than you might be now. You
    are very intelligent. You recognize thus significantly
    in terms of this subject, produced me in my view believe it from numerous
    numerous angles. Its like men and women aren’t interested unless it’s something to accomplish with Woman gaga!
    Your individual stuffs nice. At all times care for it up!

  3. Thanks for ones marvelous posting! I actually enjoyed
    reading it, you will be a great author. I will be sure to bookmark your blog and will come back someday.
    I want to encourage you to definitely continue your great job, have a nice morning!

Deixe uma resposta