Professores do Paraná aprovam greve geral

Compartilhar:

Em assembleia do último dia 12, os educadores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) definiram que, a partir da próxima segunda-feira, haverá greve geral na rede estadual de educação pública do Paraná. Durante três dias, as aulas serão suspensas. No dia 20, haverá uma assembleia para definir os próximos passos da greve.

De acordo com o APP-Sindicato, a greve foi anunciada por causa dos sucessivos calotes do governador Beto Richa (PSDB). O tucano quer revogar a Lei 18.493, deixando de pagar as dívidas com os educadores (promoção e progressão, equiparação do salário dos funcionários e funcionárias agente I ao mínimo regional e reajuste de vale transporte para os educadores e educadoras PSS), além de outras reivindicações.

Além dos ataques de Beto Richa, os professores entraram em greve como uma reação à PEC 241 e à reforma do ensino médio, que vêm causando muitos protestos de estudantes no Estado do Paraná. Mais de cem escolas estão ocupadas nesse momento.

artigo Anterior

PR: Educadores aprovam greve e já são mais de 200 escolas ocupadas

Próximo artigo

Caiu Beltrame, o homem das UPPs

Leia mais

Deixe uma resposta