Mais de 100 escolas estão ocupadas no Paraná

Compartilhar:

No dia 3 de outubro, cerca de 200 alunos ocuparam o Colégio Estadual Arnaldo Jansen, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Protestando contra a reforma do ensino médio anunciada pelo governo golpista através do ministro Mendonça Filho (DEM-PE), os estudantes conseguiram paralisar as atividades da escola nesse dia.

No dia seguinte à ocupação do Colégio Estadual Arnaldo Jansen, ao menos 60 colégios da Região Metropolitana de Curitiba fizeram protestos contra a Medida Provisória que propõe a reforma. Em apoio aos protestos, a União Paranaense dos Estudantes Secundaristas divulgou uma nota de apoio, afirmando que “o governo ilegítimo apresentou uma proposta de reforma por meio de uma MP, em regime de urgência, sem um amplo debate com a comunidade escolar. Essa MP vai contra tudo o que defendemos, entendemos que a escola é um espaço para o desenvolvimento do pensamento crítico da juventude, a reforma desconsidera a opinião de estudantes e educadores.” No final da nota, a União ainda disse que “só desocuparemos quando a MP 746/2016 for barrada e o governo federal estabelecer espaços de amplo diálogo com a comunidade escolar”.

No dia 7 de outubro, o governador fascista do Paraná, Beto Richa, tentou desqualificar o movimento, afirmando que os estudantes “não sabem porque estão protestando” e que estavam sob “perfeita doutrinação” de organizações de esquerda. A mentira do golpista, no entanto, não surtiu efeito: no último dia 10, o Movimento OcupaParaná cresceu ainda mais e ultrapassou o número de 100 escolas ocupadas.

A reforma do ensino médio é mais uma das já incontáveis atrocidades do governo golpista. Entre as propostas da reforma, está o fim da oferta das disciplinas de sociologia, filosofia, arte e educação física. A direita sempre buscou distanciar a classe trabalhadora da atividade reflexiva, de modo a dificultar a emancipação dos trabalhadores e o enfrentamento à burguesia. Para barrar os ataques, a mobilização contra o golpe é a única solução.

artigo Anterior

Morre cineasta polonês Andrei Wajda

Próximo artigo

Terceira acusação contra Lula, é preciso uma campanha contra a sua prisão

Leia mais

Deixe uma resposta