Londres vai construir muro contra imigrantes em Calais

Compartilhar:

O governo britânico, liderado pela conservadora Theresa May, anunciou que construirá um muro na cidade francesa de Calais. A cidade é porta de entrada para imigrantes querendo chegar ao Reino Unido pelo eurotúnel. Para evitar que refugiados entrem no país, o Reino Unido vai erguer um muro de quatro metros de altura ao longo de um trecho de um quilômetro de estrada, que leva ao porto de Calais. A obra começará no fim desse mês e deve durar até o fim do ano, com custo de € 2,7 milhões (R$ 9,8 milhões).

O muro é apenas uma das medidas que França e Reino Unido tomarão em conjunto para evitar o fluxo de refugiados do continente para a Grã Bretanha. No total, os dois países vão gastar juntos € 20,3 milhões (R$ 74 milhões) para reprimir imigrantes impedindo-os de circular livremente na região. Depois de destruir o Oriente Médio, o imperialismo agora se empenha em negar refúgio para o que fogem das guerras na região, que ficou totalmente destruída.

A intervenção imperialista no Oriente Médio deixou Iraque, Afeganistão e Líbia totalmente destruídos e sem um governo central forte capaz de conduzir seus países. Na Síria, a destruição também é completa, com o governo conseguindo se manter em uma pequena faixa no litoral ao sudoeste do país. Com uma guerra civil que já dura cinco anos, a Síria já tem mais de 4 milhões de refugiados espalhados pelo mundo, principalmente por países vizinhos. Uma crise gerada pela tentativa do imperialismo de derrubar o presidente Bachar Al Assad financiando e apoiando grupos terroristas e milícias que tentam derrubar o governo. Agora os mesmos governos imperialistas que estão destruindo o Oriente Médio constróem gigantescos muros para tentar impedir os refugiados de entrarem em seus países.

artigo Anterior

Colômbia: um acordo para não dar certo

Próximo artigo

Depois de ter Temer como vice, Erundina se apresenta como alternativa “socialista”

Leia mais

Deixe uma resposta