Menos pesquisa e mais armamento para a polícia

Compartilhar:

O ministro golpista da justiça, Alexandre de Moraes (ex-advogado do PCC e ex-secretário de segurança pública de São Paulo) declarou que o Brasil precisa de menos pesquisa em segurança e de mais armamento para a repressão. Em entrevista na última terça-feira (16) reclamou também da “burocracia” na aquisição de armamento, anunciando decreto para facilitar o uso de armas apreendidas pelos policiais.

Deixando de lado qualquer pudor, os “gênios” do ministério usurpador não se preocupam em exibir a truculência e a violência que planejam utilizar prioritariamente contra a população. Os atos e afirmações dos golpistas são típicas de um governo autoritário que não se constrange em tratar o povo como verdadeiro inimigo.

A declaração, e a própria figura caricata e abertamente fascista que está à frente do ministério da justiça sinaliza as intenções do governo golpista de preparação para a repressão em larga escala. Alexandre de Moraes caracteriza a justiça e a política de segurança dos golpistas: violência é o método predileto.

artigo Anterior

Quando a polícia atira, o culpado é a vítima

Próximo artigo

O Jesse Owens branquelo e o nazismo moreno

Leia mais

Deixe uma resposta