Rede lança golpista para prefeitura de São Paulo

Compartilhar:

O partido Rede Sustentabilidade lançou um empresário golpista que veio do PV (Partido Verde) e foi eleito vereador pelo PPS ( Partido Popular Socialista), partidos que são sub-legendas do PSDB e defensores do golpe de Estado.

Ricardo Young Silva, o homem conhecido por ter transformado a empresa da família, a Escola de Idiomas Yazigi, em uma das maiores franquias do mundo.

O povo conhece bem qual o tratamento que os empresários dão aos funcionários em suas empresas. Essa é a Rede, que por traz de palavras lindas de defesa do desenvolvimento sustentável, da paz e defesa da democracia, faz frente com o DEM e o PSDB na campanha golpistas para sangrar os trabalhadores.

Na convenção que escolheu o direitista para prefeito de São Paulo, Marina Silva (porta voz oficial da Rede) declarou que defende eleições gerais, mas acha que o governo Temer tem uma “ótima equipe econômica”, ainda enfatizou que Dilma foi eleita sobre uma “base criminosa”.

A equipe elogiada está entregando as riquezas brasileiras para os países imperialistas, cortou todos os programas sociais, e pretende privatizar o SUS, cobrar mensalidades em toda rede pública de ensino, já vendeu pela metade do preço o maior campo de petróleo do pré-sal, o Carcará, e está rasgando a CLT.

Esse é o partido que defende de unhas e dentes a operação golpista, chamada de Laja Jato, dizendo que essas “investigações são a única maneira de passar o país a limpo, diante dos sucessivos escândalos em torno do esquema de corrupção descoberto na Petrobras”.

Fica evidente que se trata de uma candidatura a serviço da burguesia contra os trabalhadores, e que o objetivo é evitar que o PT reeleja o prefeito Fernando Haddad para a prefeitura de São Paulo.

artigo Anterior

Manobra contra Corbyn é derrubada por Tribunal

Próximo artigo

Com Rui C. Pimenta, assista à Análise Política da Semana

Leia mais

Deixe uma resposta