Sabesp pede prisão do Prefeito de Santo André, Carlos Grana, do PT

Compartilhar:

A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo) levou à Justiça um pedido de prisão do prefeito de Santo André, no caso o atual prefeito Carlos Grana, por não cumprimento de decisão judicial referente a uma divida da Prefeitura com Sabesp, dívida essa que é contestada pela prefeitura, que a identifica como abusiva. A prefeitura afirma que cumpriu a decisão judicial.

A dívida é sobre fornecimento de água e data desde 1997 quando, segundo a Sabesp, a prefeitura deixou de pagar a totalidade da água fornecida. A dívida cobrada pela Sabesp chega hoje a 3,2 bilhões.

A prefeitura contesta o valor da dívida, e considera abusiva, abrindo investigação junto ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) de abuso de poder econômico, a Prefeitura questiona o valor da dívida.

Segundo a Sabesp, a prefeitura está pagando por precatórios, o que segundo ela demoraria 15 anos para ser paga, A prefeitura afirmou que cumpre a decisão judicial  que determina a especificação do valor pago no orçamento. Afirmou ainda que o pedido de prisão é uma tentativa de intimidar a prefeitura que contesta a dívida no Cade. Essa é mais uma dentre diversas perseguições sofridas pelo PT no âmbito da Justiça.

artigo Anterior

Magnoli pede mais firmeza do governo golpista contra a Venezuela

Próximo artigo

Golpistas estão extinguindo os Direitos Humanos

Leia mais

Deixe uma resposta