Indígenas festejam demarcação de Terra Indígena em Peruíbe

Compartilhar:

Os índios Tupi-Guarani da Terra Indígena Piaçaguera, localizada entre os municípios de Itanhaém e Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, comemoraram a conquista efetiva de suas terras com a publicação no Diário Oficial da União do decreto da Presidenta Dilma Rousseff homologando a demarcação de seu território no dia dois de maio.

Os indígenas Guarani lutam pela demarcação de suas terras desde 1927 quando conquistaram uma pequena porção de terra, a Terra Indígena de Peruíbe, de apenas 480 hectares. A terra indígena Piaçaguera foi homologada com 2.773 hectares, com aproximadamente 230 indígenas do povo Tupi-Guarani, divididos em cinco aldeias. A terra foi declarada como indígena em 2011 pela FUNAI, e desde então as famílias lutavam pela homologação.

Durante esses anos sofreram com ameaças através da especulação imobiliária e empresarial, através da construção do Porto Brasil-Complexo Industrial Taniguá. Foram ameaçados de despejo e houve inúmeras tentativas de suborno para os indígenas saírem da área. A barbaridade foi tão grande que pessoas ligadas a LLX, empresa responsável pelas obras, foram proibidas de entrar na Terra Indígena.

Após décadas de ameaças e medo, a comunidade festejou a demarcação, pois resolve muitos problemas e garante assistência do Estado. Como podemos verificar nas declarações dos indígenas à Comissão Pró-Índio de São Paulo.

“Uma notícia dessa dá um alívio tão grande! Essa terra é importante não só para a gente, mas para os nossos filhos e netos”, Lilian Gomes, liderança da terra indígena Piaçaguera.

“Essa notícia é a realização de um sonho. Com essa homologação seremos muito mais respeitados”., Lenira Djatsy Oliveira

Agora com essa homologação, os indígenas avançam um passo a mais na luta contra o latifúndio e a espoliação dos seus recursos. Apesar de um momento de comemoração, os indígenas precisam continuar a luta contra a direita latifundiária e da especulação imobiliária. O avanço do golpe contra o governo de Dilma Roussef e seu afastamento garantem mais um passo em direção aos maiores ataques aos direitos conquistados pelos indígenas e outros povos tradicionais que lutam por seus direitos.

A saída do PMDB e outros partidos de direita do governo Dilma Roussef permitiu um avanço nas demarcações de terras e desapropriações que estavam paralisadas há anos.

A bancada ruralista e o governo golpista de Michel Temer efetivaram políticas de retirada de direitos garantidos e conquistados e planejam ainda mais ataques contra indígenas, sem-terra e quilombolas.

artigo Anterior

Em cena, peça “Pão e pedra” mostra a influência da Igreja nas greves dos anos 70

Próximo artigo

Serra quer acabar com embaixadas africanas e caribenhas

Leia mais

1 Comentário

  1. SUPER MEGA KIT WHATSAPP MARKETING ENVIOS EM MASSA

    BRINDE: CURSO COMPLETISSIMO ROBO WHATSAPP MARKETING

    BRINDE: CURSO WHATSAPP,EBOOK 12 DICAS WHATSAPP,AUTORESPONDER WHATSAPP

    BRINDE: 1 SOFTWARE ENVIOS SMS EM MASSA

    BRINDE: 1 LISTA TELEFONES CELULARES SMS BRASIL COMPLETO 2016

    + SUPER PACOTES DE CURSOS EXTRAS WHATSAPP MARKETING

    Alcance Seu Publico Alvo

    Alavanque Suas Vendas

    Pedidos Na Area De Contatos

    SITE: http://www.robo-whatsapp.vai.la

Deixe uma resposta