Negros fazem parte de mais de 60% dos presos no Brasil

Compartilhar:

O Brasil detém a quarta maior população carcerária de todo mundo, ficando atrás dos Estados Unidos, Rússia e China, somente. Esse número revela o encarceramento em massa feito no País e outro dado mostra que se trata de um resquício da escravidão: 61,6% dos presos são negros.

São os números divulgados pelo Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias, divulgado no final do mês passado pelo Departamento Penitenciário Nacional, ligado ao Ministério da Justiça.

São informações levantadas até dezembro de 2014, dessa forma, até o momento, os números devem ter subido consideravelmente. Por outro lado, o número exato de negros encarcerados por sofrer alguma alteração, já que o que é apresentado foi colhido por representantes administrativos de casa penitenciária.

Erros nesse sentido já foram denunciados em outras oportunidades, quando a penitenciária mal sabia a quantidade de presos em seu estabelecimento, ou se negava a fornecer dados.

Um dos dados mais grotescos desse levantamento é que quase 40% dos presos no Brasil são resultado de prisões provisórias, ou seja, que ainda aguardam julgamento definitivo. É um verdadeiro Estado de exceção.

O sistema penal brasileiro revela a verdadeira política da direita no País. Política de encarceramento em massa de negros e pobres, e que deve ser expandida com o golpe.

artigo Anterior

STF, do início ao fim do golpe

Próximo artigo

Hélio Schwartsman e as gargalhadas da direita

Leia mais

Deixe uma resposta