FUP convoca paralisação no dia 10

Compartilhar:

A Federação Única de Petroleiros, uma das principais organizações que estão na luta contra o golpe chamou a paralisação geral de toda sua base no dia 10. A federação tem se mobilizado contra os golpistas, por entender que eles querem roubar o petróleo brasileiro, principalmente o pré-sal.

 

Veja a nota:

 

FUP – Federação Única de Petroleiros

O Primeiro de Maio se transformará em uma grande Assembléia Popular da Classe Trabalhadora em defesa da democracia e dos direitos. A CUT, a CTB e a Intersindical farão atos unificados junto com os movimentos sociais, se contrapondo ao golpe em curso no país e denunciando o retrocesso que virá no seu rastro. Por isso, a pauta central desse Primeiro de Maio será a construção de uma greve nacional no dia 10.

Os próximos dias serão decisivos para país. Os parlamentares que atentam contra a democracia são os mesmos que atacam o cidadão brasileiro com projetos que podem fazer o país retroceder décadas em relação aos direitos humanos, sociais e trabalhistas. A tal Ponte para o Futuro anunciada por Michel Temer é um túnel para o passado, com a volta das políticas neoliberais de cortes de direitos e de privatizações que transformaram os anos 90 em uma década perdida. O Pré-Sal e a Petrobrás são a cereja do bolo dos entreguistas.

A única saída para os trabalhadores é resistir e enfrentar os golpistas nas ruas. Novas manifestações de massa serão realizadas entre os dias 09 e 11 de maio, quando o Senado analisará o processo de impeachment. A greve geral no dia 10 de maio precisa ser um movimento forte e nacional para deixar claro que a classe trabalhadora não aceitará retrocessos. Os petroleiros são fundamentais nessa luta e estão discutindo em assembleias setoriais como participarem do movimento.

artigo Anterior

Michel Temer: testemunha de defesa do torturador-mor Carlos Alberto Brilhante Ustra

Próximo artigo

Os golpistas e a privatização

Leia mais

Deixe uma resposta