“Masmorra aos comunistas”

Compartilhar:

Grupo de direita vai à Câmara dos Deputados defender abertamente o massacre dos comunistas

Deputados do PSDB, juntos com membros da maçonaria, fizeram um ato no Salão Verde da Câmara dos Deputados com palavras de ordem de “fora PT”e “masmorra aos comunistas”.

Esse ato foi organizado pelo grupo Avança Brasil Maçons, que tem como porta voz o defensor da intervenção militar Nilton Caccaos. Entre deputados presentes estavam os tucanos Izalci do Distrito Federal, e Domingos Sávio, de Minas Gerais.

O grupo Avança Brasil Maçons é financiado diretamente pelo imperialismo e participou de todos os atos da direita pedindo a intervenção militar. No facebook tem propaganda das mais absurdas possível, pede a prisão imediata do Lula e o fim do PT.

Após o ato, foi lido um manifesto do grupo pelo deputado do PSDB Izalci,no plenário da Câmara. O manifesto, dentre várias exaltações aos maçons, dizia: “não iremos aceitar que a nossa frágil democracia seja novamente destruída por um projeto populista e criminoso, similar ao construído por Getúlio, Jânio, Jango, Lula e Dilma” e era concluído com “os Maçons do Movimento Avança Brasil exigem que a Sra. Dilma Vana Rousseff renuncie ao seu mandato! Será menos doloroso para nosso povo e para o Brasil. Dada a conjuntura de todos os fatos, a Sra. não terminará seu mandato e qualquer ato protelatório somente gerará mais sofrimento aos brasileiros! Faça como Jânio Quadros e renuncie ao seu mandato pelas mesmas ‘forças ocultas’”.

Como vemos aí, a campanha golpista está a todo vapor, e esse assanhamento da direita precisa ser combatido com força nas ruas.

A direita quer a todo custo tirar o governo do PT e pretende colocar um governo que esfole ainda mais a população e o Brasil.

Toda essa cólera dos golpistas nos mostra que a campanha da direita está forte e procura a todo tempo atacar a esquerda. Essa ofensiva generalizada da direita está em todos os lugares.

A luta contra a direita e o golpe precisa ser intensificada, o avanço da direita precisa ser barrado pelas organizações populares e dos trabalhadores, o que está em jogo com essa direita, que defende abertamente a prisão e o massacre dos “comunistas” é um ataque sem precedentes às condições de vida da população.

artigo Anterior

Boicote a Israel: anti-semitismo ou luta contra o sionismo?

Próximo artigo

Extrema direita em Israel, mas os bárbaros são árabes

Leia mais

Deixe uma resposta