A campanha da escória contra Lula

Compartilhar:

Já durante as eleições de 2014, a direita brasileira planejava derrubar Dilma caso ela fosse reeleita. Não porque ela tenha roubado ou feito qualquer coisa, mas simplesmente porque o imperialismo precisa colocar um governo que seja totalmente subserviente aos seus interesses e que possa comandar uma operação para esfolar a população brasileira para conter a crise nos países imperialistas.

Manifestações foram chamadas ainda durante as eleições e assim que a candidata petista foi vitoriosa o golpe assumiu a forma de impeachment.

Mais manifestações foram chamadas, para criar o clima e dar uma aparência popular ao golpe. O calendário do impeachment estava definido: até outubro Dilma deveria cair. A imprensa capitalista repercutiu a campanha da direita em torno das pedaladas fiscais. Os líderes da oposição da direita chegaram a declarar que o mandato da presidenta não chegaria até o fim do ano.

Mas eles não contavam com a reação popular contra o golpe, que foi crescendo enquanto as manifestações da direita contra Dilma só diminuíam. O impeachment saiu da pauta, momentaneamente, dando aos setores antigolpistas um sentimento de vitória. Mas o fato é que foi uma vitória apenas momentânea. O processo foi adiado, mas não terminado.

Em entrevista recente à Folha de S. Paulo, o peemedebista Romero Jucá afirma com todas as letras: “o impeachment não está morto”. Declarou ainda que considera que o PMDB deve se delimitar claramente do PT, indicando que não só acredita na possibilidade do impeachment, como também que não se colocará ao lado da presidenta, como não se colocou até agora. Delimitar-se do PT nesse caso significa preservar-se, para ter condições políticas de assumir depois de uma eventual queda de Dilma Rousseff.

O impeachment deve voltar em breve à ordem do dia. O golpe não acabou. É preciso continuar lutando contra ele e não cantar vitória antes do tempo.

artigo Anterior

PEC 412: polícia autônoma, Estado ditatorial

Próximo artigo

O impeachment não está morto

Leia mais

17 Comentários

  1. Hello there, I found your blog by way of Google while looking
    for a comparable topic, your web site got here up, it seems great.

    I’ve bookmarked it in my google bookmarks.
    Hi there, simply become aware of your blog through Google, and found that it’s really informative.

    I am gonna be careful for brussels. I’ll appreciate in the event you proceed this in future.

    Lots of folks might be benefited out of your writing.
    Cheers!

  2. hello there and thank you for your info – I’ve certainly picked up anything new
    from right here. I did however expertise a few technical points
    using this website, since I experienced to reload the
    site a lot of times previous to I could get it to load correctly.

    I had been wondering if your web hosting is OK? Not that I
    am complaining, but sluggish loading instances
    times will very frequently affect your placement
    in google and could damage your high quality score if advertising and marketing with Adwords.

    Anyway I am adding this RSS to my e-mail and can look
    out for a lot more of your respective exciting content. Ensure that
    you update this again soon.

  3. Hey there! I know this is kinda off topic but I was wondering which blog platform are you using for this site?
    I’m getting sick and tired of WordPress because I’ve had issues with hackers
    and I’m looking at alternatives for another platform.
    I would be fantastic if you could point me in the
    direction of a good platform.

  4. Heya are using WordPress for your blog platform? I’m new to the blog
    world but I’m trying to get started and set up my own.
    Do you need any coding knowledge to make your own blog?
    Any help would be greatly appreciated!

  5. 231912 621854Id need to verify with you here. Which isnt something I often do! I take pleasure in reading a post that may possibly make folks believe. In addition, thanks for permitting me to comment! 131052

Deixe uma resposta